Paisagem sonora

Uma trilha composta especialmente para a Ocupação Abdias Nascimento está disponível aqui no site. O autor, Renato Gama, conta como foi o processo de criação e fala também sobre a importância de Abdias na sua vida:

Desenvolver o trabalho da Paisagem Sonora da Ocupação Abdias Nascimento me levou a alguns questionamentos. O quanto avançamos na luta contra o racismo e o preconceito? O quanto os direitos são preservados para o povo preto? A mulher preta tem sua representatividade respeitada? Quando pretos e pretas elaboram suas artes, eles têm o mesmo reconhecimento de não pretos e não pretas? E essas questões não podem ficar apenas no debate dos pretos e das pretas.

Temos que semear discussões em toda a sociedade. Foram essas as questões que me nortearam para compor a Paisagem Sonora. O processo começou mais ou menos em agosto de 2016, mas, desenvolvendo-o, percebi que ele não termina. Tive, na verdade, que abandoná-lo para poder apresentá-lo, porque dentro de mim ele ressoa, segue me fortalecendo; cada palavra de cada poema vem contar o quanto os propósitos levantados por Abdias são urgentes.

Temos que nos esforçar para manter vivas as produções dos criadores pretos. Abdias Nascimento, Zózimo Bulbul, Carolina de Jesus e Conceição Evaristo, entre outros. Pois essas referências são de grande importância para o fortalecimento da identidade negra.

A luta de Abdias é muito atual. Precisamos lutar! Temos que nos fortalecer intelectualmente, saber que muitos dos conhecimentos produzidos pelo homem têm origem na África. Nossa formação acadêmica é pautada na Europa, apaga a África da história do saber, colocando esse continente apenas como um mapa da fome e da miséria. “Nenhuma raça tem o monopólio da beleza, da inteligência, da força e há um lugar para todos no momento da vitória”, disse Aimé Césaire, poeta e intelectual da Martinica. Não temos que nos submeter ao eurocentrismo!

Renato Gama é compositor, ator, cantor, arte-educador e produtor e diretor musical. Atuou como cantor, produtor e diretor musical nos discos Banzo (2012) e Samba Rap Periférico (2003), da banda Nhocuné Soul. Atualmente, cursa musicoterapia na Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU).

 

 

 

O site da Ocupação possui uma playlist interativa. Quer saber como usá-la?
Você pode ouvir uma música clicando no botão play (localizado à esquerda do nome de cada música). Pode continuar ouvindo as músicas enquanto navega em outros conteúdos, clicando no botão + (localizado ao lado do botão play) e adicionar as faixas à sua playlist. E pode também interagir com a playlist, clicando no botão com ícone de áudio que aparecerá no canto inferior direito da tela.

Adicionar playlist completa

Compartilhe

Ficha técnica

Música: Canção preta para Nascimento

Composição: Renato Gama

Congas: Jhony Guima

Contrabaixo acústico: Ronaldo Gama

Vozes: Mariana Per, Marilza Batista, Paulo Rafael, Amanda Proeti, Nicolas e Pedro

Coro: Jhony Guima

 

Poemas usados 

“Autobiografia”

“Pade de Exú libertador”

“O Agadá da transformação”

“Mucama-mor da estrelas”

“Olhando no espelho”

“Evocação noturna de Copacabana”
“Sangue e a esperança”

“Axexe em Oxalá”

“Evocação da Rosa”

 

Música 
Canto de Xangô

 

Masterizado por: Carlos Freitas (na Classic Master)

Produzido por: Renato Gama (Pele Preta Estúdio)

Compartilhe

Músicas favoritas de Abdias

Criamos no Spotify uma lista de músicas com as favoritas de Abdias. Clique e ouça.